Clicky

É normal o cachorro comer fezes ou isso é preocupante

Filhote de labrador com bola

Muitos donos de cães ficam preocupados ao identificar um comportamento animal estranho. Entre eles, a coprofagia canina, que se trata de quando o cachorro come fezes. Esse comportamento pode ser normal em algumas situações.

Entretanto, na maioria delas você deve ficar atento ao notar seu cachorro comendo cocô. Saiba mais sobre o que é a coprofagia e por quê ela acontece, além de quando ela pode ser considerada normal e quando não.

Índice

Tem algo errado com meu cão se ele come fezes?

Shih tzu na grama

O nome científico dado ao comportamento de comer fezes é Coprofagia. Essa ação está classificada como um distúrbio de comportamento que muitas vezes pode ser associado com um apetite depravado.

Infelizmente, nesse caso, levar o cãozinho ao médico veterinário não irá dar resultado, já que é necessário que você treine o cachorro com o objetivo de ele parar de comer fezes.

Sendo assim, se o seu cão está com a saúde, vacinas e vermifugação em dia, não é normal que ele esteja comendo cocô, e quando essa ação for identificada pelo tutor é preciso que ele leve a sério tal hábito. Pois há sim algo de errado com cães que começam a comer as próprias fezes.

Situações naturais em que o cão come cocô

Maltês com petisco

Apesar de ser um comportamento considerado anormal, existem casos em que é natural o cãozinho comer fezes. Abaixo falarei mais sobre alguns deles.

Mamãe limpando o ninho

Mãe com filhote

Uma situação em que é normal o cachorro comer fezes é quando a mamãe está limpando o ninho. Assim que a mamãe tem os seus filhotes, ela precisa estimular para que eles façam as suas necessidades.

Por isso, você pode encontrar facilmente a mãe lambendo o abdômen de seus filhotes até que eles comecem a defecar.

Após os filhotes defecarem, a mãe começa a ingerir as fezes de seus filhotes. Isso ocorre por motivos de puro instinto e não chega a ser considerado um distúrbio comportamental.

Afinal, esse comportamento está relacionado com o objetivo de deixar o ninho limpo e sem odores. Essa necessidade está associada principalmente ao fato de não deixar rastros para predadores.

Devo levar no veterinário nesse caso?

Essa é uma ocasião muito específica em que o cachorro pode comer fezes, e não é necessariamente um problema. Afinal, se trata de um caso de comportamento instintivo espécie-específico. E nesse caso, os tutores não precisam se preocupar.

Filhote curioso que come fezes

Filhotes de husky

Algumas vezes pode ser comum ver o cão filhote pegando o cocô na boca. Naturalmente, os tutores podem ficar assustados e reclamar. Entretanto, é natural que um filhote curioso acabe fazendo isso alguma vez. 

Fase de desenvolvimento neuro sensível

Filhote branco

É relativamente natural que nos primeiros 120 dias de vida o cachorro acabe praticando a coprofagia. Afinal, essa fase se chama Fase do Desenvolvimento neuro sensível, e é nesse período que o cachorro começa a descobrir como o mundo funciona. Dessa forma, é natural que a curiosidade seja aguçada pelas mais diversas coisas.

Em algum momento o cachorro filhote pode apresentar alguma curiosidade pelas necessidades. Percebendo ser algo sem graça ou sem função, o cão tende a perder o interesse. Mas, para que isso ocorra é necessário não dar nenhum tipo de atenção para o pet.

Entretanto, se o cachorro tem esse tipo de comportamentos com certa frequência, ou se ele não some após os 120 dias desde o nascimento, pode ser preocupante. Dessa forma, é natural que o tutor queira resolver esse hábito o quanto antes.

Quando o cachorro come cocô, é um problema?

Labrador adulto

Apresentei brevemente acima em quais situações o cachorro comer cocô pode ser considerado um hábito normal. Por isso, se a coprofagia canina é realizada nesses momentos apenas, você pode desconsiderar.

Entretanto, todas as outras situações em que o cachorro come fezes é um sinal ruim. Se ele faz isso com frequência e não é uma mãe limpando o ninho ou um filhote de até 120 dias, você precisa resolver essa situação.

Quais são as causas da coprofagia canina?

Labrador adulto em frente a garagem

A coprofagia canina pode possuir diversos motivos, como, por exemplo:

  • Problemas de saúde e parasitas;

  • Doenças metabólicas;

  • Tédio e falta de passeios diários;

  • Falta de nutrientes na alimentação;

  • Pouca quantidade de ração.

Então, é importante saber que a culpa de ter um cachorro espalhando fezes pela casa não é dele. Após identificar os problemas que podem estar levando o seu cão a comer cocô, é necessário solucioná-los.

Afinal, esse hábito é incomodo e tudo o que você quer é poder conviver bem com o seu cachorro.

Identifique e traga a solução

Labrador feliz

Ao ver o seu cachorro comendo cocô, você pode se perguntar se ele está com algum problema de saúde. Mas, muitas vezes a situação é mais simples de ser resolvida do que você pensa.

Tente se perguntar, por exemplo, se o seu pet tem fácil acesso a ração ou até mesmo se a quantidade está correta. Afinal, muitas vezes esse pode ser um problema com a dieta ou falta de nutrientes.

Verificando que está tudo normal com a alimentação do cãozinho, confirme se esse não é um problema de tédio ou com parasitas. Afinal, levar os seus cães para passear e deixar o vermífugo em dia já pode ser o suficiente para resolver esse problema.

Existem várias questões que precisam ser observadas, confira a seguir algumas delas para que a coprofagia seja solucionada.

Como fazer o cachorro parar de comer cocô?

Vários cachorros com mulher

Se o seu cachorro come fezes é natural que você busque métodos e truques para que o animal pare com essa atitude. Porém, é importante ressaltar que você deve solucionar as causas dos problemas. Assim, dar broncas não irá fazer com que o seu cachorro pare com essa atitude.

É necessário que você busque sempre por uma educação canina amigável e de qualidade. Levar o seu cachorro ao veterinário pode ser algo que se passa a sua cabeça para fazer o animal parar de comer fezes. Entretanto, só você que convive com o pet no dia a dia conseguirá modificar esse comportamento.

Os métodos que mais costumam dar resultado com os cachorros são técnicas de treino modernas, muitas vezes utilizando de incentivos e recompensas. Então, para fazer o seu cachorro deixar as fezes de lado é necessário comprometimento.

Técnicas para usar com cachorro que come as próprias fezes

Golden Retriever recebendo carinho

Ao ver que o seu pet come fezes, você nunca deve chamar a atenção de forma grosseira, agressiva ou bruta. Pois os animais têm dificuldades em entender o que está sendo repreendido e de nada irá adiantar.

Outras dicas são:

  • Se assegurar de que a ração e dieta oferecidas ao seu pet estão de acordo com a raça, tamanho e idade do mesmo. Afinal, a ingestão de cocô pode ser feita também por falta de nutrientes;
  • Sempre evite recolher o cocô na frente dos seus cães;
  • Dê recompensas sempre que os cães fizerem as necessidades em locais corretos e não fizer a ingestão. As recompensas podem ser brinquedos, petiscos ou até mesmo carinho.

Resolva definitivamente este problema: Método Comer Cocô Nunca Mais

Conheça o Método completo COMER COCÔ NUNCA MAIS e consiga com que seu cão pare de UMA VEZ POR TODAS de comer cocô.

Clique no botão abaixo para saber mais sobre essa metodologia única baseada no entendimento, criação de rotina e dupla recompensa.

Conclusão

Golden Retriever com bolinha

Aqui abordei alguns pontos importantes sobre a coprofagia, as causas, técnicas para usar com cachorro que come as próprias fezes e também em que situações isso pode ser normal. O primeiro passo quando isso acontece é entender a origem do problema e solucioná-lo.

Se o seu cachorro come fezes, é natural que você fique preocupado. Mas, é importante saber que levar ao veterinário não irá fazer ele parar de comer cocô. É preciso que você coloque em prática a educação canina moderna e amigável, e as demais orientações fornecidas aqui, a fim de resolver este comportamento.

Perguntas frequentes

Qualquer cachorro pode desenvolver coprofagia, independente da sua raça. Entretanto, sabemos que os casos são mais frequentes em raças como Shih Tzu, Lhasa Apso e Labradores, por exemplo.

Veja também: qual raça de cachorro que come fezes

A coprofagia canina pode ter diferentes causas. Raramente ela está relacionada a questões de saúde. Geralmente a causa é comportamental. Por este motivo que é necessário tratar com educação canina.

A coprofagia não é considerada uma doença pelos especialistas, mas sim um traço comportamental. Porém, algumas vezes esse hábito pode ser sintoma de questões clínicas.

Rafael Wisneski

Rafael Wisneski

Especialista em Comportamento Canino e Educação Canina há mais de 15 anos, professor universitário de cursos de Medicina Veterinária, e idealizador de cursos online para tutores e cursos para adestradores

Escrito por:

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo relacionados

Qual É A Sua Dúvida?

Encontre A Solução Que Você Procura Sobre Coprofagia

Filhote comendo cocô